Fevereiros (2019)




Temos falado muito sobre cinebiografias nesse início de 2019 e sobre a importância do recorte. Abraçar a história do biografado na íntegra é tarefa inglória, ao tentar capturar a cena toda, o realizador acaba registrando uma imagem rasa demais.

Márcio Debellian fez um recorte fino em Fevereiros. Abordou Maria Bethânia sob a ótica da religiosidade. Mas nenhum enfoque pode deixar de ser complexo quando se trata de uma entidade como Maria Bethânia. A missão de Debellian como diretor e roteirista do documentário seria dura por essência.


E o cineasta foi ainda mais ousado. Decidiu colocar a lente, também, sob o mágico encontro entre a artista baiana com a Mangueira, que transformou Bethânia em samba enredo em 2016 e venceu o Carnaval daquele ano. Sim, faz-se da escola de samba mais emblemática que existe uma coadjuvante da trama que já tinha suficientes personagens de peso - Caetano, Mãe Meninha do Gantois, Jorge Amado, Chico Buarque...





Fevereiros é um bombardeio de espiritualidade. Bethânia cercada de figuras sagradas em sua cidade natal, Santo Amaro, no Recôncavo Baiano (como a casa de Dona Canô e suas cercanias não estão cravadas no nosso imaginário como estão o Pelourinho e o Elevador Lacerda?).


As divindades do candomblé esbanjando beleza, dignidade e história do Brasil na tela. E a Mangueira e seu verde e rosa que fazem um menino de prédio da zona sul de São Paulo suspirar como em uma viagem psicografada para os tempos de Cartola e Nelson Cavaquinho.


Debellian aborda todo esse vasto universo com sensibilidade e atenção. Mais que isso, nos faz lembrar do quão complexo e rico é o Brasil e do quão iluminadas são certas figuras do nosso panteão artístico.


Pode ter sido uma vertigem de emoção, mas Fevereiros me fez sair otimista da sala de cinema. Se 500 anos de atrocidades não conseguiram acabar com esse desbunde cultural, não vai ser uma marola conservadora que vai conseguir.


Fevereiros - estreia em 31 de janeiro de 2019




48 visualizações

O Central Cine Brasil é, desde 2016, um podcast de cinema brasileiro. A partir de 2019, também uma página com artigos em texto e uma newsletter semanal com cobertura do audiovisual nacional.

centralcinebrasil@gmail.com

 

Galeria Ouro Fino

Rua Augusta - São Paulo-SP

  • Twitter ícone social
  • Spotify ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

Central Cine Brasil - 2016 - 2019